• Jornal LexPrime

Acusado de tentativa de homicídio por furto de energia vai a júri

Homem atirou contra o vizinho quando este foi verificar o motivo da queda de luz

Furto de energia motivou crime

Um furto de energia (“gato”) foi motivo de uma tentativa de homicídio no Bairro São Cristóvão, em Belo Horizonte. O acusado, um homem de 63 anos, atirou contra o vizinho de quem estava roubando a energia, quando este saiu para verificar o motivo da queda de luz em sua casa.

Pelo crime de tentativa de homicídio por motivo torpe e utilizando recurso que dificultou a defesa da vítima, o réu foi pronunciado pela juíza sumariante do II Tribunal do Juri, Âmalin Aziz Sant’Ana.

Segundo a denúncia, o crime aconteceu em 16 de junho de 2013, por volta das 22h25.

A vítima afirmou que estava chegando em casa com sua esposa e filhas e percebeu que estavam sem luz. Nesse momento, lembrou que no dia anterior havia visto o réu autorizando um rapaz a subir no poste de luz e mexer na fiação.

Contou que então foi olhar o padrão de energia, momento em que o acusado saiu de casa, xingando e com a arma na mão. Ele disparou várias vezes, porém apenas um tiro acertou a vítima no braço.

Diante dos depoimentos na fase de inquérito e em juízo e das demais provas contidas nos autos, a magistrada entendeu estarem presentes indícios de autoria. Para ela, então, o caminho mais viável nessa fase processual é o da pronúncia, por ser do Tribunal do Júri a competência para solução do mérito.

Processo nº 0024.13.279.168-2

Fonte: TJMG

Leia mais:

  1. Negado HC a fazendeiro condenado por assassinato de bailarino em Montes Claros (MG)

  2. Empresa de engenharia deverá indenizar por falha em obra

  3. Tribunal mantém condenação de funcionário de asilo por abandono de incapazes

0 visualização0 comentário