• Jornal LexPrime

Anjo Tintas doa produtos para ação na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo

Nesta quinta-feira (16), artistas como Luis Bueno e Daub 07 vão pintar muros das escolas Etelvina de Goes e Maria Zilda, que vão funcionar como alojamento e receber moradores da comunidade que tiverem Covid-19. Paraisópolis tem 15 casos confirmados da doença.

A Anjo Tintas, fabricante de tintas com diversas unidades espalhadas pelo Brasil, fez doação de produtos para a comunidade de Paraisópolis, a segunda maior de São Paulo com cerca de 100 mil pessoas, segundo a Associação de Moradores de Paraisópolis.

Cerca de 18 litros de tintas e mais de 50 sprays foram doados para que cerca de 15 artistas, entre eles Renato Gave e Diego Soares Cabreira, o Daub 07, pintem muros das escolas públicas estaduais Etelvina de Goes e Maria Zilda com mensagens de paz e amor em tempos de isolamento social. As instituições estão preparadas para serem alojamentos que vão abrigar cerca de 500 moradores que apresentarem resultado positivo para o Covid-19. A ação será nesta quinta-feira (16) a partir das 8h da manhã. Dez moradores da comunidade que são voluntários em Paraisópolis também terão um espaço no muro para pintarem mensagens positvas.

“As ações reforçam a preocupação e o compromisso da Anjo em colaborar com projetos positivos que ajudem não só as famílias e vítimas do Covid-19, como a população em geral”, diz Filipe Colombo, CEO da Anjo Tintas.

Outro artista a colaborar com arte na ação organizada pela Associação de Moradores de Paraisópolis foi Luis Bueno, famoso pela pintura “Pelé Beijoqueiro”, em que o jogador brasileiro beija diversas personalidades. A obra está espalhada por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belém e até Santiago, no Chile, e Londres, na Inglaterra. Para Paraisópolis, ele fez uma obra de colagem em que Pelé beija o cantor Bob Marley.

Paraisópolis se organizou para saber com antecedência quem tem sintomas da doença e precisa de ajuda. Cerca de 420 moradores foram transformados em presidentes de rua, voluntários que são responsáveis por zelar por trechos de vias com cerca de 50 casas cada. Eles monitoram se algum morador tem sintomas ou se precisa de atendimento médico, além de verificar quais famílias estão sem renda ou passando fome. Paraisópolis mantém também quatro ambulâncias, sendo uma UTI móvel, e profissionais de prontidão, entre médicos, enfermeiros e socorristas para atender quem precisa.

A comunidade tem 15 casos confirmados do novo coronavírus e 8 mortes consideradas suspeitas, segundo Gilson Rodrigues, presidente da União de Moradores e do Comércio de Paraisópolis.

Além da ação em Paraisópolis, a Anjo Tintas também fez a doação de mais de 2 mil litros de álcool em gel e álcool líquido, produzidos manualmente na fábrica em Santa Catarina, para hospitais públicos do estado, além de doação de tintas para ampliação de leitos de UTI de hospitais públicos.

Sobre a Anjo Tintas:

A Anjo Tintas nasceu em 1986 e tem como missão proporcionar produtos e relacionamentos duráveis com flexibilidade, inovação e sustentabilidade. Sua política da qualidade é superar as expectativas dos clientes, oferecendo relacionamentos e produtos duráveis, inovadores e sustentáveis, atendendo a legislação aplicável ao negócio e melhorando continuamente os seus processos, produtos e serviços.

Leia mais:

  1. Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência recebe debate sobre doenças rara

  2. Associação ao tráfico de drogas leva 31 a julgamento

  3. Situação do Airbnb no Brasil e no mundo: será que a prática adotada pelo site se tornará ilegal?

0 visualização0 comentário