• Jornal LexPrime

Autorização para colocação de DIU em mulheres casadas


Amil, Bradesco Saúde, Central Nacional Unimed, Notre Dame, Omint, Porto Seguro Saúde, Qsaúde, Sompo Saúde, Sul América, Unimed Seguros e Vison Med (Golden Cross) foram notificadas pelo Procon-SP a explicar se adotam a prática, que é abusiva e descabida

Após reportagem veiculada pela Folha de S. Paulo denunciando que alguns planos de saúde exigem a autorização do marido para a colocação do método contraceptivo DIU (dispositivo intrauterino) em mulheres casadas, o Procon-SP pede explicações para os planos de saúde Amil, Bradesco Saúde, Central Nacional Unimed, Notre Dame, Omint, Porto Seguro Saúde, Qsaúde, Sompo Saúde, Sul América, Unimed Seguros e Vison Med (Golden Cross).

"Algumas seguradoras estão exigindo consentimento do marido para reembolsar inserção do DIU em mulheres casadas. A prática é abusiva, ilegal, descabida e afrontosa à condição e dignidade da mulher. Nós estamos notificando essas empresas para saber quais fazem essa imposição absurda.", explica Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

A matéria aponta que alguns planos de saúde estavam adotando essa prática; o Procon-SP quer que as principais empresas do setor expliquem, no prazo de 72 horas, qual o procedimento utilizado por elas. As empresas deverão esclarecer se oferecem cobertura para métodos contraceptivos transitórios ou reversíveis e procedimentos de esterilização feminina e masculina e detalhar as condições e exigências que são impostas ao beneficiário do plano, indicando os fundamentos legais para os critérios estabelecidos.

"O Procon-SP vai multar e punir severamente esse tipo de atitude. Não é possível admitir que para não pagar e reembolsar o seguro algumas empresas utilizem desse tipo de justificativa. Péssimo pretexto!", adverte Capez. "A consumidora que passou por essa situação deve denunciar ao Procon-SP https://www.procon.sp.gov.br/

Veja a matéria aqui https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2021/08/seguros-de-saude-exigem-consentimento-do-marido-para-insercao-do-diu-em-mulheres-casadas.shtml

Procon-SP

3 visualizações0 comentário