• Jornal LexPrime

Black Friday: Mediação Online oferece plataforma gratuita para que empresas proporcionem melhor expe

  1. O Brasil é o maior litigante per capita do mundo e processos dessa natureza demoram em média 18 meses para serem resolvidos

  2. A nova solução possibilita que a empresa acesse a reclamação do consumidor no mesmo dia em que foi formalizada e a responda imediatamente, o que reduz, em média, três dias o tempo para a resolução do conflito

  3. As primeiras 30 empresas que se inscreverem poderão fazer a captura automática de reclamações de consumidores no Procon ou Consumidor.gov e automação de respostas por três meses gratuitamente

São Paulo, 24 de novembro de 2020 – Em 2020, mesmo diante dos efeitos da pandemia na economia brasileira, a Black Friday está confirmada para o dia 27 de novembro e movimentando empresas de diferentes segmentos. Assim como as vendas, as reclamações feitas pelos consumidores neste período também crescem. Só o Procon SP registrou no ano passado 1.079 atendimentos, sendo 653 registros de reclamações e 426 consultas e orientações, 45% a mais que no mesmo período do ano anterior.

Neste contexto, a MOL – Mediação Online, lawtech fundada em 2015, oferecerá gratuitamente a automação de captura de reclamações no Procon ou Consumidor.gov durante três meses para 30 empresas. A ideia é trazer eficiência para as empresas no tempo de resposta às reclamações administrativas, melhorar a experiência dos consumidores que precisarem formalizar reclamações de produtos e serviços neste período e prevenir a judicialização dos casos, o que gera economia de tempo e dinheiro para as partes envolvidas, tendo em vista que o Brasil é o maior litigante per capita do mundo e que processos dessa natureza demoram em média 18 meses para serem resolvidos.

Com a MOL, a empresa acessa a reclamação do consumidor no mesmo dia e responde imediatamente, o que reduz em média três dias o tempo para a resolução do conflito. Essa funcionalidade possibilita também, por exemplo, que em menos de uma hora sejam capturadas reclamações de até 250 contas do Procon . Antes da automação, este trabalho levaria, pelo menos, vinte horas para ser realizado, o que dá condições para que as empresas consigam respeitar o prazo para resolução de casos desta natureza – que é de até 10 dias depois da reclamação formalizada. Os conflitos administrativos, aqueles gerados no âmbito do Procon ou Consumidor.gov, por exemplo, também passam a ser armazenados em um único lugar, o que, além de facilitar a gestão dos casos, dá visibilidade aos mais urgentes.

“Queremos transformar as vendas da Black Friday em uma nova experiência de atendimento para consumidores e empresas. Além dos ganhos reputacionais, que são enormes, a automação das reclamações pode evitar que casos administrativos como esses se tornem processos judiciais, o que gera economia de tempo e dinheiro“, explica Camilla Lopes, cofundadora e COO da MOL- Mediação Online.

A campanha da MOL, que segue até 27 de novembro, permitirá que as empresas tenham acesso à captura automática duas vezes por dia, consigam enviar respostas automáticas aos órgãos e acessar a um dashboard para acompanhamento dos resultados. Terão acesso gratuito à plataforma as 30 primeiras empresas que aderirem à campanha. Para isso basta se cadastrarem no link, onde os interessados encontram o regulamento completo da ação, além do formulário de inscrição.

“Um estudo recente realizado pela MOL com dados do Procon-SP, Consumidor.gov e Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) já mostrava que os conflitos administrativos estavam em alta por conta da pandemia. A previsão é que aumentem na Black Friday, afinal com mais pessoas comprando, por exemplo, aumentam as ocorrências de problemas, imprevistos e até mesmo o número de fraudes contra o consumidor, completa Melissa Gava, fundadora e CEO da MOL – Mediação Online .

Mercado Livre ganhou três dias no prazo de resposta

Dentre os principais clientes atendidos pela MOL está o Mercado Livre, para o qual a startup desenvolveu seus primeiros algoritmos e automações com o objetivo de reduzir o tempo e melhorar a experiência na resolução de conflitos administrativos entre o e-commerce e consumidores. Já no primeiro mês com MOL, o Mercado Livre, que espera bater recorde de vendas nessa Black Friday, reduziu em 30% o seu custo de cadastro, ganhou três dias no prazo de resposta e reduziu a zero o número de erros de cadastramento. Companhias como SmartFit também utilizam as soluções da MOL para realizar mais de 45 mil capturas .

Sobre a MOL:

A MOL – Mediação Online é uma plataforma que permite que pessoas, empresas e instituições resolvam conflitos com eficiência e validade jurídica. Desde o envio do caso até a homologação do acordo, tudo é realizado pela internet com tecnologia desenvolvida pela startup. Na MOL – Mediação Online, disputas que poderiam demorar anos para atingir um desfecho são resolvidos a um custo até seis vezes menor e de forma 30 vezes mais ágil do que um processo judicial convencional. Companhias como Itaú, Magazine Luiza, Ativos S.A., Cogna (antiga Kroton), SOMOS Educação, Raízen, Ri Happy, MercadoLivre, Caixa Econômica Federal e Rodobens já utilizaram as soluções da MOL para tratar mais de 54 mil casos .

Fundada em 2015 pela empreendedora Melissa Felipe Gava, que em 2016 se juntaria à sócia e cofundadora Camilla Feliciano Lopes, a MOL – Mediação Online é cadastrada no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão que também concedeu o prêmio Conciliar É Legal à startup em 2018. Em 2017, recebeu aporte do programa de aceleração da aceleradora e fundo de venture capital 500 Startups, no Vale do Silício. Em 2018, realizou rodada de investimento semente liderada pelo fundo brasileiro Canary e também passou a integrar a terceira turma do Google for Startups. Em 2019, captou US﹩ 3,5 milhões em rodada de investimento series A liderada pela Redpoint e.ventures. Desde julho de 2018, a MOL – Mediação Online é residente do Cubo Itaú .

0 visualização0 comentário